A Mosaic Fertilizantes utiliza cookies e tecnologias semelhantes para melhorar a navegação do portal e recomendar publicidade, conforme Política de Privacidade e Termos e Condições de Uso. Ao navegar por nosso conteúdo, o usuário concorda com a utilização de cookies.

IMG-20191108-WA0018

Gênica recebe investimento da Mosaic com participação da SP Ventures e Nitro

AGTECH ESPECIALIZADA EM BIOINSUMOS IRÁ EMPREGAR CAPITAL NA ACELERAÇÃO DO PLANO DE CRESCIMENTO DA EMPRESA. COM A ENTRADA DA MOSAIC, QUE ATUA EM DIFERENTES PAÍSES, A GÊNICA PLANEJA INTENSIFICAR SEU PLANO DE CRESCIMENTO.
10 de Maio de 2022

A Gênica, indústria especializada em bioinsumos, recebeu investimento da Mosaic com a participação dos atuais investidores SP Ventures e Nitro. Essa é a terceira rodada de investimento da Gênica em menos de sete anos desde sua fundação. O capital será investido na aceleração do plano de crescimento da empresa e exploração das oportunidades de pesquisa que a biotecnologia proporciona. 
“Com a entrada da Mosaic, a maior produtora global de fosfatados e potássio combinados, a Agtech pretende acelerar seu plano de ser a maior plataforma em soluções regenerativas para a agricultura brasileira. "Os produtos de origem biológica e os fertilizantes estão cada vez mais interligados, nesse sentido, esperamos obter insights sobre mercados e tecnologias que tenham relevância mundial para o agronegócio”, assinala Marcos Petean, CEO da Gênica.
Segundo ele, a Gênica vem registrando crescimento de 100% ao ano em sua receita desde 2019 e, somente neste ano, prevê lançar quatro produtos, chegando a um total de 22 no portfólio. Os bioinsumos têm sido peça fundamental no manejo de pragas e doenças na agricultura, contribuindo com maior rentabilidade no campo e proporcionando benefícios relacionados à segurança na produção de alimentos, fibras e energia.
“Desenvolvemos bioinsumos a partir de fungos, bactérias, vírus e alguns compostos orgânicos que entregam excelentes resultados no campo”, explica Petean. "Seguiremos ampliando nossas linhas de produtos e intensificando nossa atuação nos principais mercados agrícolas da América Latina e, com apoio da Mosaic, podemos aproveitar oportunidades que existem a nível mundial”, revela Petean.
Para a presidente da Mosaic Fertilizantes, Corrine Ricard, a parceria com a Gênica irá acelerar o processo de garantia da segurança alimentar à população por meio do mercado de bioinsumos. “A Mosaic Fertilizantes acredita e investe nessa tecnologia para transformar a disponibilidade de alimentos no mundo. Ao mesmo tempo, a empresa reforça seu compromisso com sua estratégia global de acelerar soluções de saúde do solo para os agricultores por meio do desenvolvimento de novos produtos e investimentos em empresas inovadoras como a Gênica para ajudar o mundo a produzir os alimentos de que precisa, de forma mais sustentável”, afirma Ricard.
Francisco Jardim, sócio-fundador da SP Ventures, diz que o interesse da Mosaic na Gênica comprova a preocupação em se investir em um negócio de alto impacto que vem ao encontro da agenda ESG no agronegócio. Para ele, é notável o crescente interesse dos agricultores de todos os portes em praticar uma agricultura sustentável que garanta a produção de alimentos mais saudáveis e, ao mesmo tempo, a preservação do meio ambiente. 
“E é justamente para atender esta nova demanda do campo que a Gênica vem desenvolvendo bioinsumos cada vez mais procurados pelos produtores. A parceria com universidades e instituições de pesquisa foram fundamentais para a empresa desenvolver e entregar inovação para o setor agrícola brasileiro", acrescenta Jardim.
De acordo com o CEO da Nitro, outra investidora, o segmento de bioinsumos tem sido uma realidade na agricultura brasileira, crescendo a taxas expressivas e consistentes. “Isso vem ao encontro do interesse da Nitro de ser um player relevante no setor agro, contribuindo com soluções que sejam essenciais para o agricultor e atenda as demandas relacionadas à sustentabilidade na produção de alimentos, fibras e energia”, afirma Marcos Cruz. 
 

Mercado de bioinsumos é estimado em R$ 1,7 bilhão

Segundo levantamento da consultoria Spark Inteligência Estratégica, o mercado de bioinsumos chegou a R$ 1,7 bilhão na safra de 2020, o que representa um crescimento de 37% sobre o ano anterior. 
Em busca de aprimorar suas soluções biológicas com uso de tecnologias próprias, a Gênica construiu em 2017 uma biofábrica em Piracicaba. A planta possui equipe composta por especialistas em microbiologia, biotecnologia, fermentação e genética. As pesquisas são realizadas em parceria com instituições e universidades renomadas, como a ESALQ-USP, Embrapa, Emprapii, Unesp e Instituto Biológico. 
Anualmente, cerca de 2 milhões de hectares são tratados utilizando bioinsumos da Gênica. A agtech atende desde agricultores familiares até grandes companhias agrícolas do país, especialmente nas culturas de soja, milho e cana de açúcar. Na sua carteira de clientes estão algumas das principais empresas do setor sucroenergético e grandes indústrias do agronegócio. A empresa conta com 120 colaboradores espalhados em todo o país e até o fim do ano estão previstas 40 novas contratações.
*Nota: A conclusão do investimento ainda está sujeita à aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE).

 

A Mosaic Fertilizantes utiliza cookies e tecnologias semelhantes para melhorar a navegação do portal e recomendar publicidade, conforme Política de Privacidade e Termos e Condições de Uso. Ao navegar por nosso conteúdo, o usuário concorda com a utilização de cookies.